Felicidade


Felicidade

Só a leve esperança, em toda a vida,
Disfarça a pena de viver, mais nada:
Nem é mais a existência, resumida,
Que uma grande esperança malograda.

O eterno sonho da alma desterrada,
Sonho que a traz ansiosa e embevecida,
É uma hora feliz, sempre adiada
E que não chega nunca em toda a vida.

Essa felicidade que supomos,
Árvore milagrosa, que sonhamos
Toda arreada de dourados pomos,

Existe, sim : mas nós não a alcançamos
Porque está sempre apenas onde a pomos
E nunca a pomos onde nós estamos.

Vicente de Carvalho

por diamantepoesias

Eu queria ser…

Eu queria ser…

Junho 2005 – Graça C.

Eu queria ser…
Uma estrela para iluminar seu caminho.
Eu queria ser…
O oásis para seus momentos difíceis
Eu queria ser…
Uma onda para varrer todos seus problemas.
Eu queria ser…
Um rouxinol para levar música aos seus ouvidos.
Eu queria ser…
As flores que enfeitam sua vida.
Eu queria ser…
O sol que aquece seus dias.
Eu queria ser
A lua para clarear suas noites.
Eu queria ser…
A floresta que faz sombra nos dias quentes.
Eu queria ser…
Uma abelha para levar mel, e adoçar seus lábios.
Eu queria ser…
Os lábios que só prefeririam palavras doces.
Eu queria ser…
As pernas que só tem levariam a bons caminhos
Eu queria ser…
A estrada que te levaria ao bem.
Eu queria ser…
As mãos que retiram suas mágoas.
Eu queria ser…
O palhaço que alegraria sua vida.
Eu queria ser…
As nuvens brancas para levar a chuva quando precisar.
Eu queria ser…
Uma fada para realizar todos seus sonhos.
Eu queria ser…
O amor para fazer a felicidade de sua vida.
Eu queria ter…
O poder de oferecer o colo de Cristo,
Que lhe protegeria por toda sua vida.

Eu sou…
Somente uma mãe que ama muito seus filhos.

Todos os direitos reservados
Registro na FBN sob nº 341.935
Livro 629
Designer by Graça

por diamantepoesias

Insone

Insone

O sono não me deixa dormir.

O sossego me aflige.

A trégua me assusta.

O amanhã vai ser diferente

Porem por enquanto

A paz e parcial

Conflitos deixam sequelas na mente.

Tem mente perturbada

A tolerância e falsa

Da vontade soltar a bomba H

As vozes fazem barulho

A mente só mente…

como resolver?

Uma coisa sem solução

Falar posso. . mas não devo

O tempo deve seguir seu curso

Natural, como são todas as leis

Do universo até a menor partícula

Boa noite. Estou sem acentuação. amanhã acerto.

Graça C.

10/2015

por diamantepoesias

Os nossos maiores inimigos

Os nossos maiores inimigos existem dentro de nós mesmos: são os nossos erros, vícios e paixões.

À noite, quando o diálogo homem-travesseiro se trava todas as sensações intimas, muitas vezes sub conscientes até aquele instante, afloram ao pensamento, tomam corpo e dando margem a reflexões que não raramente apontam a trilha a seguir, a partir daquele momento.

 

É preciso então toda a sinceridade e honestidade, para que no aferimento da balança dos prós e contras, o fiel tenda para o prato mais pesado. Muitas são as ocasiões em que os erros, os vícios e as paixões, não se equilibram com os acertos, as virtudes e o amor.

Muitas são as ocasiões, então, que as pessoas se colocam de si para si mesmos. O resultado, este sempre é imprevisível.

Quem, o travesseiro não consegue atingir com sua argumentação fria e aguda, sempre temerá o inimigo interior.

Mas para aqueles, prontos de bons ouvidos e prontos a acolher, com discernimento as ponderações resultantes do diálogo com o travesseiro, se fortalecerão e saberão que contra um inimigo incansável, a guerra é árdua. Porém as batalhas podem ser vencidas, utilizando as armas antagônicas às do adversário.

Se a luta é travada á noite, durante o dia é que se verificam os resultados. É quando se sente se o inimigo insiste em nos perseguir ou se abatido retira-se, para em tocaia esperar novas brechas para organizar outras estocadas contra a trincheira adversária.

Dentro de cada pessoa uma luta, para cada pessoa uma solução a todas as pessoas os mesmo inimigos.

Graça Cardoso

1973

 

 

 

 

 

por diamantepoesias

Paris dos Amores

Paris dos amores!

Graça Cardoso
02/2004

Caminhar por suas ruas ,
é como viver um sonho!
Sonho dos amores!
Suas obras tem vida própria.

Paris de meus amores
Viagem pelo Sena encontrei mistérios…
Como se dantes lá estivera

Paris de meus amores!
Luzes!
Majestosa, símbolo do belo,
dos poetas, pintores e atores
Deixa saudades na alma .

Assim deixei-te….
Com saudades!
Um filme cravado
Eternamente…
Em minha mente!
Paris de meus amores!

por diamantepoesias

Depoimentos

É uma homenagem muito bonita por um ser que cuidou de família quando
dormíamos, quando viajamos, quando estávamos dispersos dentro ou fora de
casa. Sempre será HUM cachorro porque, quando ele nasceu o pegamos e ele
fazia HUM…HUM, já para o NARIO (CANÁRIO) ele era um gatinho bonitinho que
também ele o protegia.
Valeu muito o quanto durou, devemos lembrá-lo sempre com alegria e não com
tristeza.

Carlos Alberto Bueno
Oi! Graça. Que tristeza, amiga.
Acho que vc já sabe que tenho o Petshow, o concurso.
Gostaria de saber se vc quer que eu coloque esta pagina no meu site.
Se vc quer que eu coloque a foto dele, qualquer que seja e o texto.
Faço minhas campanhas de proteção aos animais e tb homenagens.
Como estou para colocar novas páginas no Petshow,
Posso começar com esta matéria, que acho muito importante e muitttttooooooooooooo triste.

Beijos e sinto muito, amiga
Da amiga de sempre
Carmen Vallet do Brasil

Obrigada amiga Carmen
Sinto muito Gracinha querida.
Sabe que no dia 01/05/94, enquanto o Brasil perdia o nosso Ayrton eu perdia o meu Sweet, um collie lindo,que eu amava demais! Eu chorava muito na clínica, tanto pelo ídolo como pelo meu bichinho.
Ele adquiriu parvorirose dentro de uma clínica veterinária, nós o levamos porque estava só resfriado, acredita?
Foram dias de sofrimento!
Exatamente um ano depois, como meu filho não aguentava mais me ver chorar, me trouxe a Cindy, uma SRD que é minha amiguinha a 10 anos, chora comigo, lambe minhas lágrimas e ri, mostrando os dentes, quando rio. Ela já está velhinha e cansada, mas é uma companheirona Tenho também a Gracie, uma pitbull branquinha, dengosa e chorona que só quer colo, ela já tem 6 anos, precisou ser operada às pressas, perdeu o útero sem ter dado cria, ficou mais manhosa ainda, um docinho.
O Bit vai fazer falta, mas como tudo na vida, vai passar e vc com esse amor todo vai arrumar outro bichinho prá transferir esse carinho.Assim como meu Sweet, jamais será esquecido, mas a dor vai diminuir.
beijus minha querida amiga,
Nanci
Querida, conheço a Carmen, sei que ela amo os bichinhos assim como eu, nós.
Tento ser espírita, de vez em quando, tropeço e faço bobagem, mas … , enfim, dizem que os animais são seres em evolução, assim como já fomos um dia, e que todo amor que dedicamos a eles só ajuda nessa evolução. Verdade? Lenda?Não sei, mas acho que estamos certas em dedicar tanto carinho a esses nossos amigos verdadeiros, né ?
Por experiência te digo, difícil esquecer esses amigos de quatro patas, mas o tempo sempre ajuda.
Fique bem e com Deus,
beijus
Nanci
filho.htm
Por Danilo Cardoso Bueno 23.06.2005
Meu 1º filho
Vendo esta foto a tantas outras que tiramos percebo a beleza da natureza (rimou). Parceiro comum, humilde, forte, sábio, fiel (sempre fiel ao contrários de muitos seres humanos) e lindo.
Hj vejo a quantidade de tempo que perdíamos distantes enquanto eu trabalho até de finais de semana mas é sempre assim a gente só percebe qdo perde mesmo.
Vi vc nascer naquela tarde úmida de 1 de maio. Vi vc todo sujo ao nascer. Vi vc se alimentar do leite de sua mãe. Vi vc crescer junto aos seus irmãos que hj nem sei onde estão. Vi vc dar seus primeiros passos. Vi vc nas madrugas tentando subir a escada. Vi vc encolhido nos dias de frio. Tiramos sua mãe de seu lado tão cedo. Vi vc adquirir força com o passar do tempo. Vi proteger nosso patrimonio. Vi vc chorar de medo de tantos fogos que estouravam. Vi vc ser elogiado por tantas pessoas que nos visitavam. Vi vc por tantos momentos. Vi o bastante.
Obrigado por ter vc.
EM MEMÓRIA
Danilo

Por Deborah Cardoso Bueno de Barros 23.06.2005
SINTO FALTA DELE !!!!

Olha o que meu amigo que é espirita disse :

O animal de estimação qdo morre, ele ainda doa sua energia positiva, em
agradecimento ao seu dono, para o ambiente em que viveu. Qto a evolução, ele
será sempre um animal de estimação, pois é a sua função dentro desse vasto
recurso que é o plano vivente entre o Céu e a Terra, o qual ele cumpre
dentro de uma grande dedicação e respeito e nossa raça humana, que por
tantas vezes dedicamos nossas vidas ao descaso.

MINHA AMIGA QUERIDA, GRAÇA…..
PERDOA-ME, MAS NÃO TIVE CORAGEM DE LER…….
EU SOU TÃO DOENTE POR ANIMAIS, QUE JÁ FIQUEI MAL SÓ DE VER AS DATAS.
EU SÓ SINTO MUITO…..MUITO…….
BEIJOS EM SEU CORAÇÃO…
NANY SCHNEIDER (GI)

Desejo de coracao que esteijas bem junto aos teus tesouros,marido e filhos e todas as pessoas que te sao queridas.
Sei que estas triste por perder o Bit sinto muito a forma como aconteceu!!
Embora encontres outro…nunca vira ocupar o lugar e a saudade do Bit!!
Ha muitos animais que intendem o coracao do ser humano….
Tens que ser forte e pensar que onde ele esta..ele estara contigo sempre.
Quero te saber bem ,pois gosto muito de ti e te admiro em tudo!!
Amei o poema que deixaste no gazzaga ..Tu es a melhor mae do mundo,tanto o Danilo como a Deborah deve ser muito orgulho na mae que tem!!
Um beijo no teu coracao amiga.
Te adoro Princesa.

Alemanha
Graça Conde

 

Minha querida Graça!
Quem poderia imaginar tal situação… Num pet shop… muito bom o alerta!
Sinto muitíssimo por você, a perda de um grande amigo, o Bit. Também tenho animais e os estimo muito.
Ele era um lindo cão e certamente estará com seus Anjos Guardiões!
Beijinhos mil no seu coração triste!
Ligi@Tomarchio®

Oi Graça,

Nossa equipe sente muito por você e pelo cãozinho Bit.

Infelizmente ainda existem clínicas que colocam pessoas incapacitadas para exercer tais funções.

No forum do site criamos a seção “Amor Eterno”, onde as pessoas podem deixar uma homenagem póstuma aos seus bichinhos de estimação.

Você autoriza a inserção de sua homenagem, também servindo de alerta para quem ler?

Abraços querida.

Ana Lucilla Gonçalves Santana
Petgree – Cães e Gatos
http://www.petgree.rg.com.br
http://www.petgree.rg.com.br/
Maria,
Sentimos muito por todos vocês.
Mas, como disse o tio Ciro: temos que arrumar um meio de
Voltar à pátria de alguma forma. E foi essa que o Plano dele (o Bit) escolheu.
Ele sabia que não podia acompanhar vocês nesta mudança terrena,
Mas, de onde está, ele pode. Continuará com vocês enquanto estiverem com ele
Em seus corações.
Beijos.
Regina e Alexandre.
Fiquei muito triste ao receber essa mensagem já perdi um grande amigo, Akira, e tenho um Lahso Apso que é nossa criança em casa, e seu o amor que sentimos por esses pequenos animais e são parte da familia. Não sei o que dizer por imagino a tristeza de todos. Bjs Soninha

Graça,
os animais são nosso melhores amigos….
Sinto muito!
vou repassar aos amigos que tem animais de estimação para tomarem cuidado, ok!
bjks
bette
Hola querida amiga:
me llego la pagina de tu perrito¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡¡que pena!!!!!!!!!!!!!!!como sabras yo estoy pasando por lo mismo con mi querida Cheska,no entiendo lo que pone asique no se que le paso,pero se el inmenso dolor que debes estar pasando porque es el mismo por el que estoy pasando yo,se los quiere tanto que cuando nos faltan es como si nos arrancaran una parte de nuestro cuerpo,quiero pensar que ellos estaran felices en el paraiso de los animalitos jugando y sin sentir dolor ni sufrimiento,y quien sabe si se habran conocido y esten juntos los dos,mirandonos y no queriendo vernos sufrir de esta manera,me gustaria que me escribieses,porque de alguna manera estas perdidas tan dolorosas que hemos tenido creo que nos une,y asi poder hablar de ellos,yo hace casi un mes que perdi a mi cheska y no puedo dejar de llorar,me vienen tantos recuerdos a la cabeza,y lo peor es no verla en casa,pero bueno que te voy a decir a ti ¿verdad?
te dire que era guapisimo tu perrito,¿cuantos años tenia?y cuando te encuentres con ganas escribeme y hablamos ,Carmen tambien me hizo a mi otra pagina para mi cheska,pero esta teniendo problemas para poder subirla a internet,aun asi en mi otra web tambien hay un espacio dedicado a ella te lo digo por si quieres visitarla.
Bueno amiga tenemos que seguir adelante,aunque hay dias que se pase mal,yo ni en el trabajo puedo dejar de llorar,incluso he necesitado de tomar pastillas para los nervios y la ansiedad,esque para nosotros era como nuestra hijita pequeña,
un beso muy grande y aqui te espero
Conchi
Espanha

Oi, Graça:

Li esta sua mensagem agora e sinto muito pelo ocorrido. Também perdi o meu cachorrinho e sei o que é isso. Mas achei um verdadeiro absurdo esta história do pet shop. Vou repassar para todo mundo, pois é algo que todos precisam saber.

Fique bem. Eu acredito no céu dos animais.

Um grande beijo,

Ana PaulaAna Paula Canel Bluhm

Querida amiga..estou chorando…muito aqui.

Estava agora na sala olhando pra minha gatinha que está com seus mamilos
alterados e a avaliação foi séria.

Pensava como vou viver sem ela, pois somos unidas demais.

Entendo a sua dor, minha amiga.

Queria te dizer uma coisa, quem sabe te conforta.

Você conhece o cemitério virtual da Ponte da Amizade?

Uma gatinha anterior que teve o mesmo mal dessa, eu coloquei lá com o poema.

Vou te enviar pra você ver.

Um beijinho………sem palavras…somente estou aqui.

Torça pela minha amiga..

Eliane Gonçalves.
Amiga Graça, já ia fechar o outlook
quando entrou sua mensagem.
Primenro nada a desculpar pelo desabafo.
Posso imaginar sua tristeza, faz menos de 1 ano que perdemos
nossa cachorrinha Paloma.Ficamos todos desolados,
mas o mais triste foi ver meu neto .
Ele ficou inconsolável.
Não fique assim amiga, e escreva sempre que ptiver vontade.
Abraços e um fim de semana de paz.

Querida ,Graça sinto muito pelo que aconteceu, com o querido Bit.

Quando li o seu e-mail sobre oque tinha ocorrido me senti triste ,imaginei se tivesce acontecido com o Pingo , o cachorro tão estimado do meu filho, como ele iria conseguir superar uma dor e uma tristeza tão enorme e profunda …como a que voces estão passando. E quando vi a foto do Bit, aumentou ainda mais a minha tristeza e indgnação de como PODE ter acontecido essa fatalidade com ele… Tão Saudavel…lindo !!! ele tem uma aparencia encantadora, tenho certeza que ele era muito admirado e elogiado…. Meus olhos se encheram de lagrimas.Me perdõe se não consegui traduzir em palavras O QUANTO estou sentida por ter acontecido isso com

O querido Bit de voces…..que para sempre Seras querido , Amado, e lembrado !

Mas Deus vai dar força , e vai ajuda-los a superar essa fase dolorosa que voces estão passando.

Beijos carinhosos

Maryam

por diamantepoesias

Homenagem ao Bit

Homenagem ao Bit
01/05/1994
+ 18/06/2005

bit_foto

Graça Cardoso

Quando ele nasceu nosso Brasil chorava,
Nosso querido Airton Senna nos deixava
Mas a vida desabrocha a cada dia,
E ali na terra tosca vinha ao mundo
Um “bitelo” cãozinho.

Mamãe de primeira viagem se apavorou
Mas com carinho nosso filho o aparou
Em nosso convívio só trouxe alegria
Foram 11 anos de fiel amizade.

Mas Deus o quis para junto aos anjos guardiões dos animais
A nós nos resta imensa saudade.
E para sempre vai estar em nossos corações.
Obrigada Bit por existir em nossas vidas

Agradeço a todos que me prestigiaram em nome do Bit, aqui estão as homenagens.

CLICK AQUI

por diamantepoesias

Capela Sistina

Capela Sistina
capela_cisitina
Graça Cardoso

Com rara sensibilidade
Fez de seu talento uma homenagem
A Nossa Senhora Assunção

Adentrar nesta capela
É gravar para sempre uma trajetória
Desde Moisés até o Juízo Final…

Belos frescos emocionam aos corações
Pensamentos mergulham no passados

Cantando suaves melodias
Almas celestes naquele firmamento
Do alto raios de sol invadem a Capela
Iluminando suas imagens.

Assim por uma infinita dedicação,
Teceu sua criação…
Para sempre…
Miguelangelo

07/2003

por diamantepoesias

Antes que elas cresçam – Affonso R. Sant’Anna

ANTES QUE ELAS CRESÇAM

pais_prece

Affonso Romano de Sant’Anna

Há um período em que os pais vão ficando órfãos dos próprios filhos.
É que as crianças crescem. Independentes de nós, como árvores tagarelas
e pássaros estabanados, elas crescem sem pedir licença. Crescem como a inflação, independente do governo e da vontade popular. Entre os estupros dos preços , os disparos dos discursos e o assalto das estações, elas crescem com uma estridência alegre e, às vezes, com alardeada arrogância.
Mas não crescem todos os dias, de igual maneira; crescem, de repente.
Um dia se assentam perto de você no terraço e dizem uma frase de tal
maturidade que você sente que não pode mais trocar as fraldas daquela
criatura.
Onde e como andou crescendo aquela danadinha que você não
percebeu? Cadê aquele cheirinho de leite sobre a pele? Cadê a pazinha de brincar na areia, as festinhas de aniversário com palhaços, amiguinhos e o primeiro uniforme do maternal?
Ela está crescendo num ritual de obediência orgânica e desobediência civil. E você está agora ali, na porta da discoteca, esperando que ela não apenas cresça, mas
apareça. Ali estão muitos pais, ao volante, esperando que saiam
esfuziantes sobre patins , cabelos soltos sobre as ancas. Essas são as nossas filhas, em pleno cio, lindas potrancas.

Entre hambúrgueres e refrigerantes nas esquinas, lá estão elas,
com o uniforme de sua geração: incômodas mochilas da moda nos ombros ou, então com a suéter amarrada na cintura. Está quente, a gente diz que vão estragar a suéter, mas não tem jeito, é o emblema da geração.
Pois ali estamos, depois do primeiro e do segundo casamento , com essa barba de jovem executivo ou intelectual em ascensão, as mães , às vezes, já com a primeira plástica e o casamento recomposto. Essas são as filhas que conseguimos gerar e amar, apesar dos golpes dos ventos, das colheitas, das notícias e da ditadura das horas. E elas
crescem meio amestradas , vendo como redigimos nossas teses e nos doutoramos nos nossos erros.
Há um período em que os pais vão ficando órfãos dos próprios
filhos.
Longe já vai o momento em que o primeiro mênstruo foi recebido como um impacto de rosas vermelhas. Não mais as colheremos nas portas das discotecas e festas, quando surgiam entre gírias e canções. Passou o tempo do balé, da cultura francesa e inglesa. Saíram do banco de trás e passaram para o volante de suas próprias vidas. Só nos resta dizer “bonne route , bonne route”, como naquela canção francesa narrando a emoção do pai quando a filha oferece o primeiro jantar no apartamento dela.

Deveríamos ter ido mais vezes à cama delas ao anoitecer para ouvir sua alma
respirando conversas e confidências entre os lençóis da infância, e os
adolescentes cobertores daquele quarto cheio de colagens,, posteres e agendas
coloridas de pilô. Não, não as levamos suficientemente ao
maldito “drive-in”, ao Tablado para ver “Pluft”, não lhes demos suficientes hambúrgueres e cocas, não lhes compramos todos os sorvetes e roupas merecidas.

Elas cresceram sem que esgotássemos nelas todo o nosso afeto.
No princípio subiam a serra ou iam à casa de praia entre embrulhos, comidas,
engarrafamentos, natais, páscoas, piscinas e amiguinhas. Sim, havia as brigas dentro do carro, a disputa pela janela, os pedidos de sorvetes e sanduíches infantis. Depois chegou a idade em que subir para a casa de campo com os pais começou a ser um esforço, um sofrimento, pois era impossível deixar a turma aqui na praia e os primeiros namorados. Esse exílio dos pais, esse divórcio dos filhos, vai durar sete anos bíblicos. Agora é hora de os pais na montanha terem a solidão que queriam , mas, de repente, exalarem contagiosa saudade daquelas pestes.

O jeito é esperar. Qualquer hora podem nos dar netos. O neto é a hora do carinho ocioso e estocado, não exercido nos próprios filhos e que não pode morrer conosco. Por isso, os avós são tão desmesurados e distribuem tão incontrolável afeição. Os netos são a última oportunidade de reeditar o nosso afeto.
Por isso, é necessário fazer alguma coisa a mais, antes que elas cresçam.
>

(O homem que conheceu o amor/Rocco, 1988)

por diamantepoesias

O que é mais importante…

O que é mais importante…
Um professor, diante de sua classe de filosofia, sem dizer uma só palavra, pegou um pote de vidro, grande e vazio, e começou a enchê-lo com bolas de golfe. Em seguida, perguntou aos seus alunos se o frasco estava cheio e imediatamente todos disseram que sim. O professor então pegou uma caixa de bolas de gude e esvaziou-a dentro do pote. As bolas de gude encheram todos os vazios entre as bolas de golfe. O professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio e voltou a ouvir de seus alunos que sim.

Em seguida, pegou uma caixa de areia e esvaziou-a dentro do pote. A areia preencheu os espaços vazios que ainda restavam e ele perguntou novamente aos alunos, que responderam que o pote agora estava cheio. O professor pegou um copo de café (líquido) e o derramou sobre o pote umedecendo a areia.

Os estudantes riam da situação, quando o professor falou: “Quero que entendam que o pote de vidro representa nossas vidas. As bolas de golfe são os elementos mais importantes, como Deus, a família e os amigos. São com as quais nossas vidas estariam cheias e repletas de felicidade. As bolas de gude são as outras coisas que importam: o trabalho, a casa bonita, o carro novo etc…

A areia representa todas as pequenas coisas. Mas se tivéssemos colocado a areia em primeiro lugar no frasco, não haveria espaço para as bolas de golfe e para as de gude. O mesmo ocorre em nossas vidas. Se gastamos todo nosso tempo e energia com as pequenas coisas nunca teremos lugar para as coisas realmente importantes. Prestem atenção nas coisas que são primordiais para a sua felicidade.

Brinquem com seus filhos, saiam para se divertir com a família e com os amigos, dediquem um pouco de tempo a vocês mesmos, busquem a Deus e creiam nele, busquem o conhecimento, estudem, pratiquem seu esporte favorito.

Sempre haverá tempo para as outras coisas, mas ocupem-se das bolas de golfe em primeiro lugar. O resto é apenas areia”. Um aluno se levantou e perguntou o que representava o café. O professor respondeu: “que bom que me fizestes esta pergunta, pois o café serve apenas para demonstrar que não importa quão ocupada esteja nossa vida, sempre haverá lugar para tomar um café com um amigo”.

 

por diamantepoesias

Trajetória de uma guerreira – Thereza

 

mae_portal

Trajetória de uma guerreira – Thereza
Por Graça Cardoso

Entre cornetas e suaves musicas
Adentra um portal, uma altiva guerreira.
Cabeça erguida e dever cumprido.

Imaginamos seu companheiro de jornada, seu Remisol
De braços abertos para recebê-la
Parabenizando a fortaleza
Por toda sua proeza

A guerreira se dividiu
Em muitos pedaços como braços de um polvo
E para família, somente a família se dedicou.
Sua vida uma eterna doação.,

A cada filho uma preocupação
Sempre tentando achar uma solução.
De muitos altos e muitos mais baixos que altos
Foi lutando esta guerreira
Muitos filhos, pouco recursos.

Mas com orgulho salutar foi presenciando cada conquista
De cada filho, de cada neto, e de seus filhos de coração,
Que aprendeu amar como os outros (seus genros, e nora).

Agora sua hora enfrentou valente
Com serenidade se apresentou ao mestre
Para terminar sua missão na terra.

19/10/12006

por diamantepoesias

A distância

distancia_2

 

A distância

As estrelas são meu rumo

O sol a minha ponte

 

Não me adianto falar do futuro

Para nos um fruto maduro

Impossível foi solver seu néctar

Quando o tempo era de viver

 

Não ficar dor no coração

Quando o amor foi doação

 

Da pureza de nossos sentimentos

Vivemos bons momentos

 

Guardo ainda no peito

O calor de suas mãos

O olhar de brilho perfeito

Sua voz suave e sensual

 

Mas há que aceitar

A Química do amor

E estrada de mão dupla

E nesta direção quero ficar!

Graça

 

por diamantepoesias

Solidão de um Poeta

 
A ti fiz  um juramento!
Entregar meu coração
Sem demora veio ocupar teu lugar!
Foram bons tempos de harmonia ,
sintonia e cumplicidade
Doces abraços, e dias de felicidade.
Uma história de amor se fez nos escritos de um poeta
Muitas…muitas linhas foste dono de minhas inspirações.
Do primeiro e tímido “eu te amo”
Da rotina de um cotidiano,
Nossos desejos e saudades.
Dos seus lábios quentes
Experimentei seus doces beijos
De mãos dadas à sobra do ipê
Nossos corpos entrelaçamos até
à explosão do amor!
Mas me surpreendo com sua ausência,
o coração do poeta sofre
Tudo para!
Tudo perde o sentido
pois seus carinhos já são raros
Por vezes nulo!
O poeta sofre de solidão
Sem amor, escondeu a emoção,
em troca foi doar este amor
a outros caminhos que….
inclui outras obras,
sensação de paz!
Amando na jornada da espiritualidade.
O poeta sofre de rejeição
Mas aos anjos pediu intercessão
Ouviu dos irmãos: devemos amar…,
amar sem medida!
Doar sem esperar recompensa
Assim meu amor vou sublimar!
O poeta sonhou amou sofreu e…
deixou no papel uma história de amor!
TODOS MEUS POEMAS ESTÃO REGISTRADOS
Todos os direitos reservados
   ffbn – 341.935 l629 fl 95
 Designer by Graça
 

Amigo!

Amigo!

Será que posso chamar assim?
Chega o dia que tudo tem um fim!
Se for autêntico que abrigamos,
Frágil não será tudo que somamos.

E agora?
Sobram recordações
De um passado recente
Como uma estrela cadente
Dos céus, no espaço dissolve.

Lembra-se?
Foram juras de eterna amizade.
Onde nossas alegrais compartilhamos
As diferenças, o amor subtrai.

E hoje?

Amigo, Amargo você tornou.
A vida uma peça lhe pregou
Nem tudo que sonhamos se realiza
Mas nem por isto nos paralisa

Eu?
Continuo a mesma
Meu coração não se emenda
Pois a sorte me fez pedra
Sem pedir perdão, eu te perdôo!

Graça Cardoso
16/07/2004

Amar é…

Amar é…
Viver em esperança
Em dias de bonança
De alegria sem par

Sorrir…

É ter na vida
A fé inabalável
Confiando sempre em porvir

Amar…

É viver sem temer
Gozar o esplendor
De sorrir e sonhar

Amando…

Sorrindo…

Na vida vou indo
Lembrando que findo
É somente o começo
De um novo tropeço

Que um enfrentar
Na eterna esperança
De um dia em bonança
A felicidade

Alcançar!

Graça Cardoso
(03/2003)

Ama-me, por favor…

Ama-me, por favor…
Graça Cardoso
12/2003

Procura-se um dono para um coração solitário.
É um coração quase novo,
Mas têm seu interior os mais límpidos sentimentos
Iluminado como raio de sol
Existe em sua entrada uma orquestra de anjos,
Entoando musicas celestial
O parceiro para este coração solitário receberá:
A compreensão em vossos momentos de aflição,
Alegria para os dias se tornarem felizes e lindos,
E amor!  Este sentimento tão querido por todos,
Esperado por muitos.
E apenas imaginado para alguns.

O pretendente só necessita estar receptivo a esta oferta!
Pois com carinho vai levar um a doação…
Sim! Doação, pois nela não se troca nenhum sentimento,
Apenas quer ser amado!

Ass: Um coração vazio de dono, mais cheio de amor!
Ama-me, por favor…Ama-me!

 

À volta

À volta

esperanca

De repente.
Uma surpresa!
Meu eterno amor
Está de volta!

Olhar com brilho
Trago-te ao meu peito
Corações descompassados,
Corpos vibrando.

De saudade, alegria e desejos,
Mãos entrelaçadas,
Nos entregamos sem pudor
Um toque
Um beijo…
Faz aflorar nossos desejos,
Multiplicam-se nossas energias,
Neste mundo,
Nossa inquietação só compreende…
O coração amantíssimo.
Onde só o céu é testemunha.

 -07/2003

Graça Cardoso

Lealdade

Lealdade

Procuro ainda nos humanos
Algo que difícil encontrar
Sentimento puro e fiel
Das pessoas que amamos
Todas expectativas depositam

Muitas vezes decepcionamos
Coração ferido, mas nos recuperamos.
E, com vagar enxergamos.
Que nem sempre temos tudo que desejamos

Pode ser amigo, filho ou romance.
A lealdade é uma virtude
Face oculta da personalidade
Ah! Nem sempre há maldade premeditada

Quando pensamos agir sem magoar
Não estamos no lugar de outrem?
Não se desespere
Os fatos, não atropele.

O que vai a sua pela
Sempre dói mais!
Um dia notamos
Que…Nós também um dia falhamos
Desleal com ao semelhante foi
Nem por isto perdeu seu valor
Ser leal é uma virtude animal!

Graça Cardoso

06/2004

A esperança

A Esperança

quero

Enquanto restar esperança
Contigo sempre vou estar
À distância de nossos corpos
Um dia vamos superar

Vejo-te dentro de meus olhos,
Penso que seja assim há séculos…
Pois tem em ti um pedaço de mim!

O destino um dia nos completou
Quando timidamente me chamou…
Vou tentar ouvir: pensei!
Desde aquele dia muito tempo se passou…

De saudade meu coração chorou
De alegria meu semblante ficou
Com sua voz meu coração vibrou

De tantos encontros, noites felizes e ardentes.
Nossos corpos se uniram desfrutando cada um de nossos desejos!

Trocamos confidências,
Brigamos por nossas diferenças,
Esperei dias com paciência
Até a solução de suas pendências

Saiba que te quero muito…
Jamais vou te esquecer!
Mesmo que fiquemos distantes
Nunca nos separaremos
Amanhã… Um dia…
Vou estar sempre…
A te esperar…

Graça Cardoso
(02/2003)

Viver com alegria

Viver com alegria

Graça Cardoso
Abril – 2010

Nossa essência é alegre, a vida é uma comemoração diária
É necessário limpar os arquivos podres da alma e ….
Curtir o sorriso sincero de uma criança.
Se dar o direito de não querer que tudo seja perfeito.
Defeitos todos temos, aceita-los é o primeiro passo para consertá-lo.
Trazer no peito a semente do prazer de viver simplesmente.
Desprezar este prazer nossa vida não teria sentido, pois
Trazemos uma bagagem de vicissitude há recuperar o tempo perdido
Que no passado a muito foi logrado.
Sentir prazer em sorver um doce em pedaços pequenos
Conquistar um novo caminho para chegar a um destino esperado.
Descobrir que seus sonhos eram quimeras
Que viver feliz é uma conquista diária.
Vencer as aflições , acreditar no criador que tudo pode .
Comemorar seu aniversário com entusiasmo.
Alegria não adoece,
não deixa marcas sofridas para o futuro.
Você pode tudo,
Se fartar de riso,
Ouvir musica,
Sentar e não fazer nada,
Falar com amigos,
Jogar conversa fora,
Aceitar que seus filhos são donos do próprio destino,
Estudar , conhecer algo novo.
Apreciar o amanhecer e o entardecer.
Assim, você se transformará.
Pedira a Deus que lhe de uma luz…e,
Descobrirá que sua intuição é a melhor resposta para suas duvidas.

Homenagem as mães

Homenagem a minha mãe..

MAE

Mãe
Hoje ponho a escrever…
Só não existe tanto espaço…
Para expressar aqui meus sentimentos
Você que tudo sabe de mim.
Mesmo a certa distância
É assim desde a infância
Vive dentro de mim!
Chegam momentos de termos segredos,
Mas seu nobre coração parece saber…
Que algo tem a desvendar
Pena! Nem sempre podemos falar
E…Mesmo sem saber
Vela…Em silêncio.
E a Deus entrega suas angústias
Por ciência…
Sem poder ajudar
É nobre, incondicional.
Seu colo é feito um ninho
Onde tudo é plausível
Quando o verbo é amar!
Hoje…
Você é meu refrigério
A magia da primavera
O número da sorte
A luz que ilumina o viver
Por sua singela presença
Tudo que tenho agradeço!
Obrigada Mãe
Desta sempre sua…
Criança…
Graça Cardoso
11/2002