A distância

distancia_2

 

A distância

As estrelas são meu rumo

O sol a minha ponte

 

Não me adianto falar do futuro

Para nos um fruto maduro

Impossível foi solver seu néctar

Quando o tempo era de viver

 

Não ficar dor no coração

Quando o amor foi doação

 

Da pureza de nossos sentimentos

Vivemos bons momentos

 

Guardo ainda no peito

O calor de suas mãos

O olhar de brilho perfeito

Sua voz suave e sensual

 

Mas há que aceitar

A Química do amor

E estrada de mão dupla

E nesta direção quero ficar!

Graça

 

por diamantepoesias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s