Solidão de um Poeta

 
A ti fiz  um juramento!
Entregar meu coração
Sem demora veio ocupar teu lugar!
Foram bons tempos de harmonia ,
sintonia e cumplicidade
Doces abraços, e dias de felicidade.
Uma história de amor se fez nos escritos de um poeta
Muitas…muitas linhas foste dono de minhas inspirações.
Do primeiro e tímido “eu te amo”
Da rotina de um cotidiano,
Nossos desejos e saudades.
Dos seus lábios quentes
Experimentei seus doces beijos
De mãos dadas à sobra do ipê
Nossos corpos entrelaçamos até
à explosão do amor!
Mas me surpreendo com sua ausência,
o coração do poeta sofre
Tudo para!
Tudo perde o sentido
pois seus carinhos já são raros
Por vezes nulo!
O poeta sofre de solidão
Sem amor, escondeu a emoção,
em troca foi doar este amor
a outros caminhos que….
inclui outras obras,
sensação de paz!
Amando na jornada da espiritualidade.
O poeta sofre de rejeição
Mas aos anjos pediu intercessão
Ouviu dos irmãos: devemos amar…,
amar sem medida!
Doar sem esperar recompensa
Assim meu amor vou sublimar!
O poeta sonhou amou sofreu e…
deixou no papel uma história de amor!
TODOS MEUS POEMAS ESTÃO REGISTRADOS
Todos os direitos reservados
   ffbn – 341.935 l629 fl 95
 Designer by Graça
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s